Escopo e sequência: anos finais do ensino fundamental – língua inglesa

O Escopo e Sequência de língua inglesa é o documento que descreve e organiza os objetivos de aprendizagem, habilidades e conhecimentos a serem contemplados nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, conforme indicados na BNCC, demonstrando equivalências com os descritores do CEFR, e apresenta uma sugestão de como uma sequência lógica e progressiva dentro do mesmo ano, no caso do EF, e de uma mesma etapa, no caso do EM, seria possível.

A perspectiva do inglês como língua franca como agente de decolonialidade no Ensino de Língua Inglesa

Mesmo em face da mundialidade do inglês, em que as interações em Língua Inglesa (LI) ocorrem, predominantemente, entre falantes em contextos multilíngues e multiculturais, o ensino e a aprendizagem do idioma têm seguido a lógica da colonialidade que consiste em produzir, organizar e distribuir conhecimento sob os termos e condições estabelecidos pelas forças hegemônicas. A partir desse cenário, o presente artigo pretende refletir sobre a perspectiva do Inglês como Língua Franca (ILF) como [...]

Abordagem decolonial traz olhar crítico para o ensino da língua inglesa

Ao dar espaço e voz para produções de países considerados periféricos, estudantes aprendem a valorizar esses saberes, compreendem o significado mais amplo de estudar um idioma estrangeiro e fazem a ponte entre debates globais e suas realidades locais

A educação de estudantes com deficiência em tempos de pandemia

Em artigo, Débora Salles Civitarese Jakubowicz analisa os desafios para o ensino de estudantes com deficiência em aulas remotas durante a pandemia de Covid-19 e aponta possíveis alternativas considerando a importância dos profissionais de apoio escolar para a garantia de autonomia e aprendizagem desses estudantes. A especialista traz apontamentos sobre a preparação das escolas de uma forma geral diante da quarentena e a recuperação no retorno às aulas presenciais.

Metodologia de projetos favorece o uso autêntico da língua e empodera os alunos

Nas diferentes etapas do trabalho e na interação com os colegas, os estudantes exercitam as habilidades de compreensão oral, leitura, escrita e conversação de maneira natural e significativa

Minha experiência: Mídias digitais como recursos para o ensino de inglês

Ezequiel Gonçalves de Paula, professor do ensino fundamental II da rede municipal de Varre-Sai (RJ) e do ensino fundamental II e médio da rede estadual de Minas Gerais, no município de Eugenópolis.