A importância da educação crítica em tempos de pandemia

A história do ensino de línguas estrangeiras é marcada por uma série de métodos e abordagens de ensino que penderam ora para a tradição, ora para a inovação. Neste artigo, Ana Paula Duboc, professora na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP), analisa novas abordagens de ensino que passaram a conceber a aprendizagem como processo mediado socioculturalmente. E, ainda, sinaliza a relevância das línguas estrangeiras no processo de formação crítica, mais um dos desafios [...]

Por que trabalhar para entender a vida na sala de aula? Histórias do Grupo da Prática Exploratória

Este livro é parte do projeto “Sustainability of Exploratory Practice (EP) in Rio de Janeiro: a case study of former ELT pre-service teachers”, desenvolvido em 2019, com o apoio do British Council, no âmbito da UK-Brazil English Collaboration Call. O objetivo do projeto foi buscar entender o impacto dos princípios da Prática Exploratória na vida […]

O Ensino de língua Inglesa na EJA: uma experiência a partir do People’s Museum

Esta pesquisa tem como propósito auxiliar os alunos de uma 4ª Fase da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de uma escola estadual da cidade do Recife a desenvolver a oralidade em Língua Inglesa e a melhorar a sua autoestima por meio um processo de ensino-aprendizagem de Língua Inglesa baseado em uma atividade social (Engeström, 1999) Participation in a People’s Museum. Para isso foi aplicado um material didático, elaborado sob a perspectiva da Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural – [...]

As dificuldades do ensino de Inglês na Educação de Jovens e Adultos na perspectiva de professores que atuam na área

Este texto tem como objetivo apresentar, de forma geral, a Educação de Jovens e Adultos (EJA), o ensino de inglês para essa modalidade de ensino e, principalmente, refletir sobre os desafios de ensinar inglês em turmas da EJA. Foram ouvidos seis professores de Língua Inglesa da EJA, egressos da Faculdade de Formação de Professores da Universidade d o Estado do Rio de Janeiro (FFP/UERJ), com o intuito de clarificar os principais dilemas que esses docentes enfrentam no cotidiano da sala de [...]

O desafio de ensinar língua inglesa na Educação de Jovens e Adultos

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino da educação básica e seu público é bastante heterogêneo. Por conta dessa diversidade, o ensino de língua inglesa na modalidade é bastante desafiador. Este texto é o resultado de uma entrevista com uma docente egressa da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FFP-UERJ), que trabalha com língua inglesa na modalidade EJA. Cabe ressaltar que a análise dos dados da entrevista teve como base [...]

A perspectiva decolonial na escola, sob o olhar de gestores

Professor de língua inglesa, que atuou na formação de docentes, e gestora de biblioteca, que deu uma nova função para o espaço, contam suas vivências

Minha experiência: O desafio de envolver os professores na abordagem decolonial

Ruan Nunes, professor de língua inglesa, que atuou no acompanhamento de estagiários e na formação de docentes em escolas de idiomas e na rede municipal do Rio de Janeiro (RJ)

Minha experiência: Biblioteca como espaço de debate e troca de informações

Ivanilma de Oliveira Gama, chefe substituta da biblioteca do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), campus Itaguaí

Escopo e sequência: anos finais do ensino fundamental – língua inglesa

O Escopo e Sequência de língua inglesa é o documento que descreve e organiza os objetivos de aprendizagem, habilidades e conhecimentos a serem contemplados nos anos finais do Ensino Fundamental, conforme indicados na BNCC, demonstrando equivalências com os descritores do CEFR, e apresenta uma sugestão de como uma sequência lógica e progressiva dentro do mesmo ano seria possível.