Quem são os professores de inglês brasileiros?

Em média, um docente de língua inglesa leciona para 303 alunos; dentro do recorte étnico/racial e de gênero, professoras negras representam 24,56% do todo, as brancas 32,96% e as indígenas, 0,3%

Workshop para professores: Práticas pedagógicas em raça e gênero no ensino de inglês

O workshop “Práticas pedagógicas em raça e gênero no Ensino de Inglês” tem como objetivo estimular professores a interagir e refletir sobre práticas inclusivas em sala de aula. Serão duas turmas, nos dias 2 e 9 de setembro, das 18h às 20h. As atividades serão realizadas ao vivo, e ministradas por Carolina Azevedo, professora da […]

A diversidade de gênero no ensino de inglês

Incluir nas aulas temas relacionados ao mundo LGBTQIAP+ é um modo de promover o respeito à orientação sexual e à identidade de gênero de cada um

Chimamanda Ngozi Adichie: O perigo de uma única história

Nossas vidas, nossas culturas são compostas de muitas histórias sobrepostas. Neste vídeo do TED Talks, a escritora Chimamanda Adichie conta a história de como ela encontrou sua autêntica voz cultural -- e adverte-nos que se ouvimos somente uma única história sobre uma outra pessoa ou país, corremos o risco de gerar grandes mal-entendidos. Sobre a palestrante: Inspirada pela história e tragédias nigerianas quase esquecidas pelas gerações recentes de ocidentais, os romances e contos de [...]

A perspectiva decolonial na escola, sob o olhar de gestores

Professor de língua inglesa, que atuou na formação de docentes, e gestora de biblioteca, que deu uma nova função para o espaço, contam suas vivências

Abordagem decolonial traz olhar crítico para o ensino da língua inglesa

Ao dar espaço e voz para produções de países considerados periféricos, estudantes aprendem a valorizar esses saberes, compreendem o significado mais amplo de estudar um idioma estrangeiro e fazem a ponte entre debates globais e suas realidades locais

Decolonialidade e perspectiva negra

O artigo situa a decolonialidade como projeto que teve origem simultânea ao início do sistema-mundo moderno/colonial, sendo que este organiza diferenças e desigualdades entre povos a partir da ideia de raça. O artigo destaca como característica distintiva do projeto decolonial a produção do conhecimento e as narrativas a partir de loci geopolíticos e corpos-políticos de […]

Para uma análise das relações entre famílias populares e escola: confrontação entre lógicas socializadoras

O artigo parte da consideração de que não é somente o capital cultural e o capital escolar que estão em jogo no processo de escolarização. As práticas de socialização das famílias implicadas podem estar em consonância ou em dissonância com a lógica que organiza o cotidiano da escola, favorecendo ou não seu trabalho. A escola […]

Políticas da diferença: para além dos estereótipos na prática educacional

Problematizando o racismo e os processos de discriminação sociocultural, discute-se a questão da diferença na educação, por meio de estudos recentes que focalizam os campos das relações étnicas, geracionais, de gênero, assim como das diferenças físicas e mentais. Tendo como referência Bhabha, Pierucci, Scott, Skliar e, de modo particular, jovens pesquisadores que se apresentaram na […]