Escopo e sequência: anos finais do ensino fundamental – língua inglesa

O Escopo e Sequência de língua inglesa é o documento que descreve e organiza os objetivos de aprendizagem, habilidades e conhecimentos a serem contemplados nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, conforme indicados na BNCC, demonstrando equivalências com os descritores do CEFR, e apresenta uma sugestão de como uma sequência lógica e progressiva dentro do mesmo ano, no caso do EF, e de uma mesma etapa, no caso do EM, seria possível.

A perspectiva do inglês como língua franca como agente de decolonialidade no Ensino de Língua Inglesa

Mesmo em face da mundialidade do inglês, em que as interações em Língua Inglesa (LI) ocorrem, predominantemente, entre falantes em contextos multilíngues e multiculturais, o ensino e a aprendizagem do idioma têm seguido a lógica da colonialidade que consiste em produzir, organizar e distribuir conhecimento sob os termos e condições estabelecidos pelas forças hegemônicas. A partir desse cenário, o presente artigo pretende refletir sobre a perspectiva do Inglês como Língua Franca (ILF) como [...]

Abordagem decolonial traz olhar crítico para o ensino da língua inglesa

Ao dar espaço e voz para produções de países considerados periféricos, estudantes aprendem a valorizar esses saberes, compreendem o significado mais amplo de estudar um idioma estrangeiro e fazem a ponte entre debates globais e suas realidades locais

Considerações acerca da Teoria Decolonial por meio de reflexões sobre a prática docente em língua inglesa

Com base em resultados da pesquisa autoetnográfi ca, este artigo tem como objetivo analisar práticas docentes de língua inglesa à luz da teoria decolonial (QUIJANO, 2005; 2007; GROSFOGUEL, 2007; MIGNOLO, 2007; MALDONADO-TORRES, 2007), além de refletir sobre método e ensino de língua inglesa a partir de Kumaravadivelu (2003a; 2003b; 2016). Para tanto, apresento e discuto as premissas centrais do grupo Modernidade/Coloniadidade. Após, relaciono esses conceitos com o ensino de língua inglesa, [...]

Abandonamos a sala da universidade: uma opção decolonial no estágio de inglês e na formação docente crítica

Neste artigo, discuto um semestre de estágio supervisionado em inglês desenvolvido integralmente em uma escola pública. Adoto uma perspectiva decolonial (MIGNOLO, 2014), na busca por romper com colonialidades do saber, do poder e do ser na relação universidade-escola para a formação docente (BORELLI, 2018; PESSOA, 2018), objetivando entender como vivenciamos essa tentativa de decolonialidade, com foco em três aspectos: a maneira como o estágio é estruturado, meu papel como professora [...]

Argumentação apoiada em evidências

Plano de aula de inglês com atividades para o 9o ano do ensino fundamental sobre argumentação apoiada em evidências, abordando a competência oral e o gênero debate. O plano inclui atividades a serem desenvolvidas em 5 aulas, com contextualização, inputs, output e feedback. As atividades almejam o desenvolvimento da habilidade EF09LI01 da BNCC, de "Fazer uso da língua inglesa para expor pontos de vista, argumentos e contra-argumentos, considerando o contexto e os recursos linguísticos [...]

1 2 5