A educação de estudantes com deficiência em tempos de pandemia

Em artigo, Débora Salles Civitarese Jakubowicz analisa os desafios para o ensino de estudantes com deficiência em aulas remotas durante a pandemia de Covid-19 e aponta possíveis alternativas considerando a importância dos profissionais de apoio escolar para a garantia de autonomia e aprendizagem desses estudantes. A especialista traz apontamentos sobre a preparação das escolas de uma forma geral diante da quarentena e a recuperação no retorno às aulas presenciais.

Pesquisa sobre o uso da internet no Brasil durante a pandemia do novo coronavírus: ensino remoto e teletrabalho

Em um cenário em que atividades como trabalho, ensino e mesmo acesso a programas sociais emergenciais passaram a acontecer de maneira predominantemente remota, é fundamental medir os hábitos dos usuários de Internet e compreender como o novo cenário tem modificado a relação desses indivíduos com a rede. Conhecer como a população está utilizando a Internet […]

Percepção de alunos e professores da Seeduc/RJ sobre o ensino on-line de caráter emergencial durante a pandemia

Este trabalho visa avaliar a percepção de professores e alunos de duas escolas da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro sobre o ensino de caráter emergencial por meio da plataforma Google Classroom. A população do estudo foi composta por amostra de alunos e professores de dois colégios da rede estadual do Rio de […]

Sentimento e percepção dos professores brasileiros nos diferentes estágios de Coronavírus

A pandemia de coronavírus impactou diversos setores e profissionais das mais diferentes áreas.  Não seria diferente com os professores, que tiveram sua rotina alterada de forma abrupta diante da recomendação de isolamento social e do fechamento temporário das escolas. Rapidamente, eles tiveram que se adaptar a uma nova realidade, equilibrando novas demandas pedagógicas com questões […]

Uso de recursos tecnológicos no ensino de línguas deve crescer no pós-pandemia

Ferramentas digitais podem potencializar o aprendizado, mas é preciso engajar o aluno para que ele tenha participação efetiva. Políticas públicas devem atuar no sentido de garantir a universalização do acesso à internet e a inclusão de todos os estudantes.

Aprendizagem limitada e prejuízos na oralidade são alguns dos impactos da pandemia no ensino de inglês

Falta de conexão à internet e de dispositivos impediram muitos estudantes de acompanhar as aulas online. Escolas da rede pública adotaram diferentes estratégias para chegar nesses alunos, como a distribuição de material impresso e transmissões via TV aberta.

Lições da pandemia para a educação brasileira

No podcast ao qual este resumo está conectado, discorro sobre cinco lições que podemos tirar da pandemia do COVID-19 para a educação brasileira. A primeira delas, é que “Aulas remotas não são ensino a distância (EaD)”. Aprendemos isso com o tempo. Como diz Coscarelli (2020), EaD de qualidade não é feito assim, como foi quando […]