Voltar

Sentimento e percepção dos professores brasileiros nos diferentes estágios de Coronavírus

A pandemia de coronavírus impactou diversos setores e profissionais das mais diferentes áreas.  Não seria diferente com os professores, que tiveram sua rotina alterada de forma abrupta diante da recomendação de isolamento social e do fechamento temporário das escolas. Rapidamente, eles tiveram que se adaptar a uma nova realidade, equilibrando novas demandas pedagógicas com questões emocionais e pessoais.

Assim, pensando nos educadores de forma integral, em suas dificuldades e potencialidades, o Instituto Península elaborou a pesquisa “Sentimento e percepção dos professores brasileiros nos diferentes estágios do coronavírus no Brasil” com o objetivo de entender os desdobramentos deste novo cenário para os professores do Brasil. Esta pesquisa já escutou de mais de 7 mil professores de todo o país, das redes municipais, estaduais e particulares do Ensino Infantil ao Ensino Médio, via questionário e por meio de entrevistas diretas.

A pesquisa pretende ouvir os profissionais da Educação constantemente até o fim da crise relacionada ao Covid-19. O método utilizado é o quantitativo, por meio de um survey on-line e de uma amostra por conveniência. Com respondentes de todos os estados e regiões e para extrapolar os resultados para todo o Brasil, as respostas foram ponderadas de acordo com a distribuição de professores brasileiros.

Palavras-Chave: Covid-19, isolamento social, tecnologia; acolhimento.