Voltar

Políticas da diferença: para além dos estereótipos na prática educacional

Problematizando o racismo e os processos de discriminação sociocultural, discute-se a questão da diferença na educação, por meio de estudos recentes que focalizam os campos das relações étnicas, geracionais, de gênero, assim como das diferenças físicas e mentais. Tendo como referência Bhabha, Pierucci, Scott, Skliar e, de modo particular, jovens pesquisadores que se apresentaram na 25ª Reunião Anual da ANPEd, busca-se compreender as motivações construídas nos processos identitários relativos à diferença. Conclui-se que as novas perspectivas emergentes de compreensão das diferenças indicam uma visão mais complexa do diferente, para além do paradigma da diversidade. Deste modo, surge o campo híbrido, fluido, polissêmico, ao mesmo tempo promissor, da diferença, que se constitui nos entrelugares das enunciações de distintos sujeitos e das múltiplas identidades socioculturais.

Palavras-chave: Interculturalidade; Multiculturalidade; Diferença cultural; Identidade cultural; Diversidade; Etnia; Gênero; Infância.