Voltar

Inovação e tecnologias para a aprendizagem de inglês no ensino médio

Este artigo parte de uma pesquisa qualitativa, com busca bibliográfica sobre o uso de tecnologias digitais no ensino de línguas baseada em autores como Paiva (2012) e outros, e algumas aplicações práticas em sala de aula, com o objetivo de verificar como elas podem trazer benefícios para a aprendizagem e quais os resultados que podem gerar. Nesse sentido, são demonstradas atividades realizadas nas aulas de inglês com alunos do ensino médio de uma escola pública em Itaperuna, no interior do estado do Rio de Janeiro, utilizando ferramentas como o Facebook, os aplicativos Google Translator e QR Code, bem como o complemento Flubaroo em avaliações aplicadas através do Google Forms, tudo isso com o auxílio de computadores e telefones celulares com internet, nos anos de 2015 e 2016. Conclui-se que os dispositivos e instrumentos utilizados permitiram não apenas aprendizagens dos componentes linguísticos do currículo mínimo, mas também que os alunos assumissem o papel de autoria em processos de experimentação, colaboração e compartilhamento (DUBOC, 2015), no decorrer das tarefas propostas.

Palavras-chave: Ensino e aprendizagem de inglês; Tecnologias digitais; Ensino médio; Inovação.