Voltar

Inglês intercultural: a leitura e a escrita indígena em contexto bi/tri/plurilingue intercultural

A sala de aula de inglês intercultural se situa em um contesto bilíngue intercultural. São salas de aula plurilíngues compostas por uma maioria de falantes bilíngues, sendo alguns trilíngues e alguns monolíngues/bidialetais em português. O trabalho desenvolvido no inglês intercultural busca levar em consideração as línguas dos professores indígenas, contextualizando o conhecimento provindo da língua inglesa com os conhecimentos das línguas Karajá, Xambioá, Gavião, Tapirapé, Tapuia, Apinajé, Krahô, Guarani, Javaé, Krikati e Guajajara. Essa “metodologia” é apenas uma motivação para a ‘leitura’ das relações interculturais e intraculturais emergidas dentro e fora da sala de aula. Neste livro, de autoria de Rodrigo Guimarães Prudente Marquez Cotrim, professor da Universidade Estadual de Goiás, são apresentados materiais de inglês intercultural do contexto do curso de formação superior de professores indígenas da instituição. A publicação é dividida em duas partes: a primeira focada em atividades de leitura em inglês; e a segunda voltada para a escrita intercultural.