Programa Skills for Prosperity

O Skills for Prosperity (Habilidades para Prosperidade, em tradução livre) é uma iniciativa global do governo do Reino Unido implementada em nove países (Brasil, México, Egito, Nigéria, Quênia, África do Sul, Filipinas, Malásia e Indonésia) que visa apoiar o crescimento econômico e a redução da pobreza, proporcionando a jovens e a grupos em desvantagem o acesso à educação de qualidade e ao desenvolvimento de competências para o mundo do trabalho. 

O programa busca responder ao desafio mundial de capacitar pessoas que têm potencial e ambição para transformar os seus países, mas muitas vezes não recebem a formação de que precisam para alcançar seus objetivos. Por meio de diferentes ações focadas em grupos em situação de desvantagem, o Skills for Prosperity visa estimular o crescimento econômico sustentável e inclusivo nos países parceiros.

No Brasil, o programa tem como foco democratizar o acesso a um ensino da língua inglesa (ELT, do inglês English Language Teaching) de qualidade nas escolas públicas, a partir do olhar do inglês como língua franca (ILF), isto é, como uma perspectiva de comunicação intercultural. O programa considera que estudantes com melhor formação em inglês terão melhores condições para desenvolver competências importantes para o mundo do trabalho, o que potencializa o crescimento econômico inclusivo no país.

Com a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que torna obrigatório o ensino da língua inglesa em todas as escolas brasileiras a partir dos Anos Finais do Ensino Fundamental, e que também prevê o desenvolvimento de habilidades que favorecem a formação dos jovens para o mundo intercultural contemporâneo, surge uma oportunidade de fortalecimento do ensino do inglês no país de forma estruturada e efetiva, promovendo impactos positivos na aprendizagem de milhões de estudantes.

Segundo a pesquisa “Demandas de aprendizagem de inglês no Brasil”, realizada pelo British Council, em 2013, apenas 5,1% da população com 16 anos ou mais declarou ter algum conhecimento de inglês. Para apoiar uma mudança nesse cenário, o UK-Brazil Skills for Prosperity desenvolverá diversas ações no país, como a elaboração de documentos referenciais e a produção de materiais didáticos que considerem contextos e realidades regionais e a formação didático pedagógica dos professores, assim como o aprimoramento linguístico. 

O programa pretende beneficiar estudantes dos Anos Finais do Ensino Fundamental a partir da aprendizagem do inglês. Serão desenvolvidas atividades diretas com mais de 2,2 milhões de estudantes das redes públicas estaduais de cinco estados (Amapá, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná), além de ações de alcance nacional, com duração total de três anos (2020-2023). Estima-se que mais de 14,3 mil educadores brasileiros sejam formados por iniciativas do programa.

Um consórcio de instituições com reconhecida experiência nas áreas de educação e inglês está à frente do programa no país — Fundação Lemann, Nova Escola, Instituto Reúna e British Council. A parceria ocorre por meio do Programa de Cooperação entre Reino Unido e Brasil em Educação, que tem o objetivo de auxiliar na diminuição da pobreza e promover o desenvolvimento econômico sustentável e a igualdade de gênero nos países parceiros. 

As ações do UK-Brazil Skills for Prosperity no país visam o fortalecimento do ensino da língua inglesa com um olhar transversal para a inclusão social e de gênero. O programa inclui estratégias, princípios e ações concretas em um esforço ativo para garantir que as atividades realizadas promovam a equidade, sejam acessíveis a grupos em maior desvantagem e não reproduzam desigualdades e estereótipos no país.

Fazendo a diferença na educação brasileira

Os pilares que sustentam as ações do programa UK-Brazil Skills for Prosperity voltadas para o ensino da língua inglesa (ELT) são:

  • a criação de um ambiente favorável para o ensino do Inglês através da melhoria da política nacional, planejamento e estratégias para ELT, em linha com padrões internacionais e melhores práticas.
  • a relevância dos materiais educacionais e documentos de referências produzidos, fortalecendo o design e a reforma do currículo para o ELT em nível nacional e o desenvolvimento de habilidades em cinco estados piloto (Amapá, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná). Inclui ainda a produção de materiais didáticos que contemplam aspectos comuns do currículo em nível nacional, portanto poderão ser utilizados em qualquer estado do Brasil.
  • a qualidade pedagógica do ELT e da prática docente em escolas públicas brasileiras, por meio do fortalecimento da formação inicial e continuada.
  • a equidade de acesso a professores e estudantes, com olhar especial para a comunidade negra e questões de gênero, particularmente meninas negras matriculadas na educação básica e professoras de inglês negras.

Impactos na educação

  • Cerca de 2,2 milhões de estudantes dos Anos Finais do Ensino Fundamental matriculados nas redes estaduais serão impactados pelo UK-Brazil Skills for Prosperity. 
    • 81.035 em Mato Grosso do Sul 
    • 48.105 no Amapá 
    • 138.804 em Pernambuco 
    • 543.567 no Paraná 
    • 1.336.478 em São Paulo 
  • Mais de 14,3 mil professores das redes públicas estaduais serão formados no programa para o ensino de inglês. São 528 em Mato Grosso do Sul, 97 no Amapá, 1.014 em Pernambuco, 3.596 no Paraná e 9.044 em São Paulo.

Fonte: Censo Escolar/INEP 2020

 

Saiba mais


Workshop para professores: Práticas pedagógicas em raça e gênero no ensino de inglês

O workshop “Práticas pedagógicas em raça e gênero no Ensino de Inglês” tem como objetivo estimular professores a interagir e refletir sobre práticas inclusivas em sala de aula. Serão duas turmas, nos dias 2 e 9 de setembro, das 18h às 20h. As atividades serão realizadas ao vivo, e ministradas por Carolina Azevedo, professora da […]

Sugestões de ações pedagógicas no contexto da pandemia de Covid-19

A coleção Xperience Nova Escola é uma série de livros didáticos para os anos finais do Ensino Fundamental (6º a 9º ano), desenvolvidos por dezenas de professores de língua inglesa e especialistas de todo o Brasil, como parte das entregas do programa Skills for Prosperity. Como o ensino remoto emergencial pode ainda ser a realidade de muitas escolas em 2021, a Nova Escola preparou o guia "Sugestões de ações pedagógicas no contexto da pandemia de covid-19" para ajudar você, professor(a), a [...]

Veja mais