Voltar

A avaliação de alunos no primeiro ano do ensino fundamental em língua inglesa: questões preliminares

O artigo discute as práticas de avaliação em Língua Inglesa no primeiro ano do ensino fundamental da escola pública, situando a discussão no contexto das concepções de avaliação da aprendizagem. As reflexões aqui apresentadas são oriundas de uma pesquisa qualitativa de caráter documental que visa a verificar quais os objetivos e as funções que essa prática avaliativa assume nesse contexto de ensino. Para tal foram realizadas entrevistas com 14 professores e foram analisados três documentos oficiais que norteiam o ensino no município de Castanhal (PA). Os resultados preliminares evidenciam algumas incoerências, tanto nos documentos quanto nas práticas dos professores, na medida em que, de um lado há uma clara orientação em prol de uma avaliação contínua; de outro, preconiza-se que o objetivo da avaliação é verificar as aprendizagens dos alunos, fazer balanços, visando à promoção para a série seguinte. Constata-se, pois, a necessidade da implementação de práticas efetivas de avaliação formativa, visto que, por ser este o ano do primeiro contato das crianças com a língua estrangeira, é necessário que essa experiência seja positiva; caso contrário, corre-se o risco de construir barreiras para a aprendizagem nos anos posteriores.